nota-fiscal-servico-eletronicaA partir do dia 1º de março, a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica será obrigatória para as empresas prestadoras de serviços que possuem ligação com o Município de Guaíra.

O governo municipal orienta os empresários e contadores para que fiquem atentos ao prazo, evitando possíveis sanções.

As pessoas jurídicas prestadoras de serviços sujeitas à incidência do ISSQN ficam obrigadas a emissão da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica, conforme lei 1.869/2013. De acordo com a Secretaria Municipal da Fazenda, a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica vem sendo implantada gradativamente pelo município e até o momento tem sido opcional para as empresas. “A partir da implantação da nota fiscal eletrônica, ficarão os contribuintes do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) obrigados a se utilizar de aplicativo/web e as respectivas rotinas de integração com outros sistemas para gerenciamento e emissão do documento fiscal através da rede mundial de computadores”, informa Eduardo Suptitz, secretário.

Treinamento

Para evitar transtornos, a Secretaria convoca todos os prestadores de serviços e contribuintes do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) do município de Guaíra, inclusive os imunes e isentos deste imposto, para se fazerem presentes a um treinamento específico e necessário ao uso das ferramentas de escrituração fiscal e de emissão e  gerenciamento da Nota Fiscal de Serviços Eletrônica,  que será realizado no Centro Administrativo Municipal (CAM, Avenida Thomaz Luiz Zeballos, n. 2000), na Sala de Reuniões, 2º piso,  nos dias 11 e 12 de fevereiro, das 09 às 11h30 e das 14 às 17h. “Solicitamos que compareçam com material para anotação e se possível com notebook”, orienta Eduardo.

A utilização do novo sistema representa vantagens às empresas, tanto para quem emite quanto para quem recebe os serviços.

Vantagens
- A emissão é online, sem necessidade de aplicativo, através de acesso seguro realizado por meio de autenticação de usuário;
- Aumento na confiabilidade da Nota Fiscal, já que sua autenticidade pode ser consultada diretamente no portal da Prefeitura;
- Redução de custos de aquisição de papel e impressão do documento fiscal, uma vez que o documento é emitido eletronicamente e enviado por e-mail ao tomador do serviço;
- Redução de erros de escrituração, de cálculo e de preenchimento de guias de recolhimento, devido à eliminação de erros de digitação de notas fiscais;