Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Webmail
Memorando Online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Visualizada 2591 vezes

Terça-feira, 21 de Junho de 2016

Equipe de Vigilância Epidemiológica realiza palestra sobre doenças respiratórias


A equipe da Vigilância Epidemiológica de Guaíra ministrou uma palestra sobre as doenças respiratórias mais frequentes na população brasileira.

 

A palestra foi realizada nas dependências do Supermercado Copagril e direcionada aos funcionários do local, no dia 20 de maio de 2016, após solicitação do próprio estabelecimento. A palestra foi realizada pelo médico Tiago Canali e pela enfermeira Shirlei Mocelin, ambos integrantes da equipe da Vigilância Epidemiológica do município. A ação integrou um conjunto de atividades relacionadas à saúde entre os dias 16 e 21 de maio, organizadas pela instituição. Os principais objetivos foram informar os funcionários sobre as características das doenças e fornecer orientação sobre medidas de prevenção.

 

Nos períodos de outono, e principalmente no inverno, com temperaturas mais baixas, aumenta a prevalência das doenças respiratórias. Vários fatores contribuem para esta situação, dentre eles, baixa umidade, resfriamento do ar, o contato com ácaros de roupas guardadas. Ambientes fechados e ventilação reduzida também facilitam a transmissão dos agentes como os vírus e as bactérias, que podem ficar suspensos no ar por até 72 horas. Se o ambiente for úmido favorece a proliferação dos fungos.

 

As doenças respiratórias mais incidentes no inverno são: asma, bronquite, faringite, gripe, resfriados, laringite, crises alérgicas, meningite, rinite, sinusite e pneumonias. Seus alvos preferidos são: o nariz, a garganta, os ouvidos e os pulmões. Se tratado adequadamente, essas doenças não têm maior gravidade, embora tragam grande desconforto. Mas, quando se complicam, podem levar à morte. Por isso, é fundamental conhecer suas diferenças e ficar de olhos nos sintomas.

               

 ?O principal foco deve ser a prevenção das doenças. Ao tossir ou espirrar, deve-se cobrir a boca com lenço descartável ou com o próprio braço, em vez de utilizar as mãos. Atitudes simples como realizar lavagem de mãos, fazer a higienização de ambientes, manter os recintos bem ventilados, principalmente em locais com grande fluxo de pessoas, são ações pequenas, mas que podem evitar a transmissão de diversas doenças?, afirma o médico Tiago Canali.

 

Em geral, secreções amareladas ou muito espessas, febre alta, dores fortes na cabeça ou no peito e dificuldades respiratórias indicam a necessidades de tratamento de emergência, muitas vezes com hospitalização. Para evitar que isso aconteça, informe-se. Na dúvida, procure atendimento médico e evite a automedicação.

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta-feira - Manhã 07:30 às 12:00 - Tarde 13:30 às 17:00
Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Data da Última Atualização: 01/06/2020 09:12:39