Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Webmail
Memorando Online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Visualizada 357 vezes

Terça-feira, 06 de Junho de 2017

Série Semana do Meio Ambiente - Reciclando gerações

Texto Cristian Aguazo
Fotos Cristian Aguazo

Não é nenhuma novidade: os temas "sustentabilidade" e preservação ambiental estão na pauta da imprensa há muitos e muitos anos. Na virada do século, o candidato à presidência dos Estados Unidos Al Gore lançou um famoso documentário, intitulado "Uma Verdade Incoveniente", em que relatava os preocupantes dados sobre aquecimento global. O documentário foi sucesso de público e crítica, mas ele acabou perdendo para George W. Bush.


Há poucos dias, outro americano, desta vez o presidente Donald Trump, chocou o mundo ao retirar os Estados Unidos do Acordo de Paris, que reúne vários países na luta contra a poluição e mudanças climáticas. Trump, Al Gore, Marina Silva, não sei mais quais personalidades famosas: tudo parece muito distante, não é?


A grande verdade é que pessoas que não estão envolvidas diretamente com mobilizações pela causa ambiental contribuem da maneira que podem dentro da sua rotina. E como fazem a diferença!


Ronildo Morra, por exemplo, não tem cargo político, nem fama global, mas tem o esporte como principal aliado. Há 20 anos, o professor de educação física "Tê", como é carinhosamente conhecido, usa de todo o seu prestígio com a comunidade escolar para arrecadar materiais recicláveis. A proposta que começou apenas com latinhas usadas hoje engloba papelão, plásticos, garrafas pet e embalagens em geral. "Só não aceitamos vidro e lixo eletrônico", conta o professor, em meio as aulas de futsal que já formaram gerações.


Tê conta com o incondicional apoio do Colégio Franciscano Nossa Senhora do Carmo para garantir o sucesso de sua iniciativa. Numa salinha embaixo da instituição, os materiais são armazenados e uma vez por semana um catador recolhe o material. Em média, são arrecadados 700 Kg de materiais recicláveis. Em 2016, foram 26.153 toneladas. Números que impressionam e que mostram que uma iniciativa faz sim muita diferença.


O dinheiro levantado pelo projeto financia bolas, jogos de camisa e até viagens com os alunos da Escolinha de Futsal, já conhecida em toda a região. "Sempre gostei deste tema de meio ambiente e ficava indignado com o tanto de coisa que as pessoas jogam fora", revela.


Entre uma orientação e outra aos alunos durante o treino desta terça-feira (06 de junho), o professor volta para lembrar que os alunos têm à disposição um saco padrão, fornecido pela escola, que é para estimular a coleta. "Muitos pais vieram falar que até estão economizando naqueles sacos plásticos pretos de lixo. A vantagem é para todos", aponta.


Futsal, cidadania, reciclagem, iniciativa. As palavras vão ganhando sentido mesmo quando jogadas aleatoriamente. E está tudo interligado mesmo: na natureza tudo se conecta.


Enquanto uns fingem não ver, enquanto uns esperam pelos outros, Tê segue com sua missão, nos deixando uma mensagem de esperança. "O mais importante de tudo isso não é a economia, o dinheiro, mas a lição de consciência ambiental. Essa moçada já vai crescer com outra mentalidade", diz.
Que assim seja.

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta-feira - Manhã 07:30 às 12:00 - Tarde 13:30 às 17:00
Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Data da Última Atualização: 17/08/2017 17:12:50