Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Webmail
Memorando Online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Visualizada 579 vezes

Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2017

Educação especial termina 2017 com impressionantes resultados.


A Secretaria Municipal de Educação, através da equipe da Educação Especial, promoveu ao longo de 2017 diversas ações, entre essas, os acompanhamentos de todos os alunos matriculados em Classes Especiais, por meio das avaliações e discussões de caso. Os alunos que alcançaram os requisitos pedagógicos para classificação estão sendo monitorados e estruturados para adaptações curriculares necessárias para o ensino regular, para o ano de 2018.

As classificações alcançam incríveis indicativos (36%). Números estes não vistos há muitos anos, segundo a Secretaria de Educação. Isso, de acordo com a secretaria, só se dá pelo belíssimo trabalho que vem sendo desenvolvido nos segmentos pedagógicos, pelas professoras especialistas das classes especiais, coordenadoras/ diretoras, juntamente com a equipe da educação especial da Secretaria Municipal de Educação.

Também importante para o incrível resultado alcançado foram as parcerias com a rede de saúde, através do CAPS, onde foi constatado que as intervenções realizadas pela equipe do centro fez toda a diferença na disponibilidade pedagógica do aluno em inclusão.

As Classificações ocorreram para as salas regulares de ensino, escola especial Pestalozzi e para o EJA- Educação de Jovens e Adultos.

"Nos sentimos mais seguros nas classificações, com as supervisões ofertadas pela equipe da educação especial e pelas coordenadoras escolares. Todos eles nos transmitem confiança, entusiasmo e motivação para continuarmos as intervenções para a categoria da educação especial", relata a professora Pedrinha, especialista regente de classe especial da Escola Sebastião Camarini.

"O aluno incluso, na visão da professora Marleide, especialista e regente na Classe Especial, ao retornar a uma sala regular, será sempre incluso e o papel do professor é primordial, pois as diferenças são consideradas uma boa oportunidade para o aperfeiçoamento e enriquecimento dos processos de ensino e aprendizagem. O professor e equipe pedagógica deverão acolher e incluir esse aluno, criando um clima motivacional para mostrar um bem-estar ao mesmo. Além de planejar bem as aulas, criando estratégias a serem implantadas para um ensino bem-sucedido. Além de promover a autoestima ao mesmo, evidenciando os seus desenvolvimentos no cotidiano. Uma das inúmeras metas destinadas a nova proposta da educação especial inclusiva estava neste segmento, analisando caso a caso e juntamente com as professoras/coordenadoras, equipe da educação especial, proporcionando o melhor plano de trabalho", diz Franciele Danelon, secretária de Educação. 


"Nos enche de emoção vivenciar e fazer parte de classificações de alunos que estavam muitos anos nas Classes Especiais, resgatando a identidade e promovendo novas expectativas na vida de cada educando. O trabalho se intensifica no ensino regular, pois teremos o cuidado no processo de adaptações destes alunos, vindo ao encontro de um currículo adaptado nos diversos segmentos pedagógicos" explica Elianara Falci, coordenadora de Educação Especial. 


Texto Cristian Aguazo


 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta-feira - Manhã 07:30 às 12:00 - Tarde 13:30 às 17:00
Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Data da Última Atualização: 18/10/2018 19:08:44