Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Webmail
Memorando Online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Visualizada 515 vezes

Quinta-feira, 11 de Julho de 2013

Prefeito participará de evento que discute ferrovia em Guaíra

imagem3 A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) faz reunião em Curitiba (PR) nesta sexta-feira (12/07) para as reuniões participativas nº 30/31/32 de 2013, com o objetivo de obter contribuições e informações adicionais para discussão dos Estudos Preliminares da concessão, à iniciativa privada, dos seguintes trechos ferroviários: Maracaju (MS) – Lapa (PR)/ Mairinque (SP) – Rio Grande (RS) e Lapa (PR) – Paranaguá (PR). O prefeito Fabian Vendruscolo participará do encontro, que será realizado no Hotel Promenade (Rua Mariano Torres 976 – Centro de Curitiba), no salão Aureum.  Na parte da manhã, de 9h às 12h, a equipe da ANTT apresentará o trecho Maracaju (MS) – Lapa (PR). À tarde, de 14 às 18h, serão abordados os trechos Mairinque (SP) – Rio Grande(RS) e Lapa (PR) – Paranaguá (PR). “A referida audiência é a última etapa para a definição do edital de licitação do leilão, por isso é muito importante a participação. Estamos muito confiantes no projeto”, destacou o prefeito de Guaíra. Esses trechos ferroviários integram o Programa de Investimentos em Logística (PIL), lançado pelo governo federal em agosto de 2012 e servirão de base para a discussão e o recebimento de contribuições da sociedade. A participação social é importante por assegurar aos cidadãos sua manifestação democrática em políticas públicas e no processo de tomada de decisões que possam impactar suas vidas, bem como objetivam estreitar o relacionamento entre as instituições públicas e a sociedade. A documentação completa sobre os trechos ferroviários em questão estão disponíveis no sítio eletrônico da ANTT, www.antt.gov.br, em Tomada de Subsídios nº 09 (Maracaju/MS – Lapa /PR), 14 (Mairinque/SP – Rio Grande /RS) e 16 (Lapa/PR – Paranaguá/PR). As contribuições para o trecho Maracaju (MS) – Lapa (PR), devido ao cancelamento da reunião do dia 21/06, em Dourados (MS), ainda serão aceitas durante a reunião ou pelo correio até o fim de julho. Para os trechos ferroviários Mairinque (SP) – Rio Grande (RS), as contribuições por escrito podem ser enviadas até às 18h do dia 12/07/2013. Para o trecho Lapa (PR) – Paranaguá (PR), até às 18h do dia 02 de agosto de 2013. Os formulários eletrônicos para o envio de contribuições para os trechos 2 e 3 estão disponíveis no sítio eletrônico da ANTT www.antt.gov.br, em Tomada de Subsídios nº 14 (Mairinque/SP – Rio Grande /RS) e 16 (Lapa/PR – Paranaguá/PR), ou pelo correio, no endereço da ANTT, Setor de Clubes Esportivos Sul – SCES, lote 10, trecho 03, Projeto Orla Polo 8 – Brasília – DF, CEP: 70200-003.  1º trecho Maracaju (MS) - Lapa(PR)  O traçado escolhido para a ferrovia possui extensão de aproximadamente 989 km, e atravessa 33 municípios, dos quais oito estão localizados no estado de Mato Grosso do Sul e outros 25 no estado do Paraná. Em Mato Grosso do Sul, a ferrovia passará pelos municípios de Maracaju, Dourados, Itaporã, Caarapó, Amambai, Iguatemi, Eldorado e Mundo Novo. O tempo estimado de implementação da obra é de 60 meses e o investimento total previsto de R$ 7,3 bilhões. No Paraná, a ferrovia interceptará os municípios de Guaíra, Terra Roxa, Nova Santa Rosa, Maripá, Toledo, Cascavel, Tupãssi, Catanduvas, Ibema, Guaraniaçu, Nova Laranjeiras, Campo Bonito, Laranjeiras do Sul, Cantagalo, Marquinho, Candói, Goioxim, Irati, Guarapuava, Fernandes Pinheiro, Inácio Martins, Palmeira, Porto Amazonas, Balsa Nova e Lapa. Ao longo das diretrizes de traçado é necessário transpor diversos cursos d’água, sendo que em sua maior parte, essas transposições deverão ocorrer por obras de arte correntes e dispositivos de drenagem, quando as descargas do projeto assim definirem. Outros cursos d’água mais expressivos serão transpostos através de 295 obras de arte especiais (pontes, viadutos e passagens inferiores / superiores), que totalizam 18.564 metros de extensão. Estão previstos também 10 túneis, cuja extensão total é de 8.420 metros. 2º Trecho: Mairinque(SP) – Rio Grande(RS) O traçado escolhido para a ferrovia possui extensão de 1.667 km e atravessa 76 municípios, dos quais 15 estão localizados no estado de São Paulo, 12 no Paraná, 13 (treze) em Santa Catarina e outros 36 no Rio Grande do Sul. Tempo de implementação: 50 meses. Custo estimado da obra: R$ 23,8 bilhões (mapa abaixo). Em São Paulo a ferrovia passará pelos municípios de Mairinque, Alumínio, Sorocaba, Votorantim, Salto de Pirapora, Aracoiaba da Serra, Capela do Alto, Itapetininga, Alambari, Capão Bonito, Guapiara, Ribeirão Branco, Nova Campina, Apiaí e Bom Sucesso de Itararé. No Paraná a ferrovia interceptará os municípios de Sengés, Doutor Ulysses, Jaguariaíva, Piraí do Sul, Castro, Carambeí, Ponta Grossa, Palmeira, Porto Amazonas, Balsa Nova, Campo do Tenente e Rio Negro. Em Santa Catarina a ferrovia passará pelos municípios de Mafra, Itaiópolis, Papanduva, Monte Castelo, Major Vieira, Santa Cecília, Rio do Campo, Ponte Alta do Norte, São Cristóvão do Sul, Ponte Alta, Correia Pinto, Lages e Capão Alto. No Rio Grande do Sul a ferrovia passará pelos municípios Bom Jesus, Vacaria, Campestre da Serra, Muitos Capões, Ipê, Protásio Alves, Antônio Prado, Nova Roma do Sul, Veranópolis, Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul, Santa Tereza, Roca Sales, Colinas, Imigrante, Estrela, Teutônia, Fazenda Vilanova, Taquari, Taba, Triunfo, Montenegro, Charqueadas, Eldorado do Sul, Guaíba, Barra do Ribeiro, Mariana Pimentel, Sertão Santana, Barra do Ribeiro, Sentinela do Sul, Camaquã, Cristal, São Lourenço do Sul, Turuçu, Pelotas e Rio Grande. Ao longo das diretrizes de traçado é necessário transpor diversos cursos d’água, sendo que em sua maior parte, essas transposições deverão ocorrer por obras de arte correntes e dispositivos de drenagem, quando as descargas do projeto assim definirem. Outros cursos d’água mais expressivos serão transpostos através de 221 obras de arte especiais (pontes, viadutos e passagens inferiores/ superiores), que totalizam 35,2 km de extensão. São previstos também 35 túneis, cuja extensão total é de 48 km. 3º trecho Lapa(PR) - Paranaguá(PR). O traçado escolhido para a ferrovia possui extensão de aproximadamente 150 km, e atravessa 8 (oito) municípios, todos localizados no estado do Paraná. Tempo de implantação: 24 meses. Custo estimado da obra, R$ 1,5 bilhão (mapa abaixo). No Paraná a ferrovia passará pelos municípios de Paranaguá, Morretes, São José dos Pinhais, Curitiba, Araucária, Contenda, Balsa Nova e Lapa. Ao longo das diretrizes de traçado é necessário transpor diversos cursos d’água, sendo que em sua maior parte, essas transposições deverão ocorrer por obras de arte correntes e dispositivos de drenagem, quando as descargas do projeto assim definirem. Outros cursos d’água mais expressivos serão transpostos através de 10 obras de arte especiais (pontes, viadutos), que juntos totalizam 19,89 km de extensão. São previstos também 8 túneis, que correspondem a 11,3 km de extensão total. [gallery ids="7536,7537,7538"]        

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta-feira - Manhã 07:30 às 12:00 - Tarde 13:30 às 17:00
Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Data da Última Atualização: 31/03/2020 17:45:36