Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Webmail
Memorando Online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS /

Visualizada 236 vezes

Sexta-feira, 17 de Abril de 2020

Hospital Beneficente ASSISTEGUAÍRA completa quatro anos com a primeira transição de conselheiros


Foi no dia 15 de março de 2016 que a Associação Assistencial de Guaíra realizou a primeira assembleia geral extraordinária, solenidade esta que permitiu o início das atividades como assistência hospitalar. O dia 1º de dezembro de 2016 marcou o início das atividades do Hospital Beneficente AssisteGuaíra. A instituição sem fins lucrativos é fruto de grande empenho de toda sociedade guairense que, se mobilizou para arrecadar fundos e recursos humanos voluntários para a adequação do novo hospital da cidade. 

O hospital é administrado por conselheiros voluntários e depende de ações de solidariedade de pessoas físicas ou jurídicas, seja por meio de recursos financeiros ou prestação de serviços voluntários.

Na última terça-feira (14), foi realizada na Associação Comercial e Empresarial de Guaíra, a Assembleia Geral que apresentou a prestação de Contas do Balanço Contábil e Patrimonial do Exercício 2019 da instituição.

Em razão da pandemia causada pelo COVID-19, a Assembleia foi transmitida ao vivo pela fanpage do ASSISTE GUAÍRA, a fim de evitar aglomerações, promovendo maior alcance e transparência dos atos. A Assembleia contou com a presença apenas dos diretores e conselheiros.

O técnico em contabilidade, Fabian Persi Vendruscolo, foi o responsável por apresentar o balanço financeiro, a prestação de contas do balanço contábil e patrimonial do exercício de 2019. Os números já haviam sido apresentados em reuniões anteriores para a direção do ASSISTEGUAÍRA, dispondo os investimentos realizados para a manutenção, ampliação e funcionamento do hospital.

Em 24 de abril de 2019, a assembleia ordinária aprovou um orçamento para 2019 estimado em R$ 5.558.000,00. Desse valor, até do dia 31 de dezembro de 2019, foi contabilizada uma receita de R$ 4.126.775,05, ou seja, 74,25% do total previsto.

Apesar do valor da receita ter sido menor, foi considerado positivo pela direção, superando o desafio de assumir todos os plantões médicos clínicos e de especialidades, e o impacto causado pela reportagem da RPC Paraná, que resultou no aumento dos gastos e a diminuição das receitas. "Com a austeridade nos gastos autorizados pela Presidência do Conselho de Administração, a entidade se encontra com suas despesas regularmente pagas, com todas as certidões regulares e sem nenhum endividamento", salientou Fabian.

Entre as entradas foram destacadas as receitas arrecadadas do Fundo Municipal de Saúde, do contrato SIADT no valor de R$ 995.883,51 pagos pelas 1.486 AIHs (Autorização de Internação Hospitalar) atendidas em 2019, e, do HOSPGUAÍRA no valor de R$ 861.024,03 referente aos incentivos de custeio das mesmas AIHs.

Com o incentivo mensal de R$ 110.000,00 pagos pela Secretaria Estadual de Saúde do Paraná que credenciou o hospital na Rede de Urgência e Emergência, o ASSISTEGUAÍRA arrecadou R$ 1.100.000,00, ficando com um saldo a receber de R$ 220 mil para 2020.

Outra fonte de entrada foi o programa Nota Paraná, que já se arrecadou R$ 86.471,49, e também as receitas não operacionais com eventos e doações que resultaram em R$ 269.401,50.

Receitas de convênios com a UNIMED, FUSEX, Plano Sempre Vida, Fundação Sanepar, e contratos de prestação de serviços com o Fundo Municipal de Saúde de Terra Roxa e com o CISCOPAR também foram comemorados.

Em relação as despesas previstas no Orçamento 2019, foram executadas R$ 4.812.899,49, do total previsto de R$ 5.348.000,00, ou seja 90%, e, investidos no ativo imobilizado R$ 156.708,73. Onde se destacaram as despesas com plantões médicos no montante de R$ 1.502.817,96.

No balanço 2019, foi apurado um déficit contábil no valor de R$ 686.124,44, que, comparado com o superávit de 2018 no valor de R$ 774.158,66, demonstra claramente que as despesas aumentadas com plantões médicos, e a redução das receitas operacionais e não operacionais, resultaram em déficit e diminuíram as disponibilidades da entidade que no final de 2018 eram de R$ 1.321.299,82, para R$ 588.514,20 em 31 de dezembro 2019.

Os números de atendimento também foram comemorados pela direção. Em relação as estatísticas SUS, até novembro de 2019, foram 209 nascimentos, 1.155 internamentos, 268 cirurgias. Em relação aos pacientes particulares, foram 277 consultas, 60 internamentos, 98 atendimentos pronto socorro, 76 nascimentos, 78 cirurgias, que totalizaram mais de 2.2470 procedimentos, 285 nascimentos e infelizmente 54 óbitos.

O Hospital 

O patrimônio atual do ASSISTEGUAÍRA é de R$ 1.410.000,00 investidos na reforma predial e na aquisição de mais de 422 equipamentos e mobiliários, o que permitiu ser o 1° hospital com alvará sanitário, e dotado de rede de gases medicinais.

O hospital conta com um centro cirúrgico composto de três salas cirúrgicas em pleno funcionamento, uma sala de recuperação anestésica e um centro de esterilização de materiais.

Conta ainda com os ambientes de pronto socorro, lactário, berçário, sala de pré-parto, serviço próprio de alimentação acompanhado por nutricionista e serviço terceirizado de lavanderia e de destinação de resíduos sólidos.

Nova Diretoria

Na semana que antecedeu a assembleia geral, foi apresentada uma chapa para concorrer a nova diretoria do ASSISTEGUAÍRA. Na chapa, houveram nomes bem conhecidos da entidade, como da colaboradora Marli Gonçalves da Mota Kihara, que se candidatou para presidência; Sirley Berton, para vice-presidente; Maria Diva Roseno da Silva Ames, como segunda vice-presidente; Bernadete Aparecida Rubim Zilli, primeira-secretária; Cátia Regina Silva Lopes, segunda-vice-secretária; Mauri Luiz Lovera, primeiro-tesoureiro e Maristela Schllemer como segunda-tesoureira.

Por unanimidade a nova diretoria foi aprovada para o Conselho de Administração 2020/2022, que será dirigida por Marli Kihara. No seu pronunciamento de posse, a nova presidente fez questão de ressaltar das dificuldades que terá durante a sua administração.

"Este será um ano de muito trabalho e luta, porque estamos pegando a direção num ano muito difícil. A pandemia do Coronavírus nos deixou sem a Festa das Nações, não sei se teremos o Torneio de Pesca, dois importantes eventos com rendas revertidas para o hospital. Então teremos que buscar outras formas de angariar recursos para suprir estar necessidades", lembrou.

Após quatro anos na direção, Galaomylid Silveira Barreto deixa o cargo, parabenizando a nova equipe e valorizando os integrantes. "São todas as pessoas de uma idoneidade ilibada da nossa cidade, são cidadãos que querem o bem e fico feliz, porque dessa chapa eleita, muita gente fez parte dessa história e dos resultados expressivos dos quatro anos do ASSISTEGUAÍRA", enalteceu.

O primeiro Diretor do Hospital Assiste Guaíra ainda finalizou sua fala ressaltando o papel de extrema importância no apoio ao Hospital Beneficente ASSISTEGUAÍRA, "Se o ASSISTE vai bem o município também. Tenho que agradecer o apoio que tive durante a presidência, a Administração Municipal, aos colaboradores do Assiste e a classe médica da cidade. O meu pedido é que vocês continuem colaborando com esta nova diretoria, que são pessoas que estão dando o melhor de si, pensando no seu semelhante", lembrou.

O hospital é uma importante instituição do município, gerando empregos, contratos com pessoas jurídicas e fornecedores, colaborando grandemente com o desenvolvimento sócio e econômico da cidade.

 Galeria de Fotos

 Outras Notícias

Horário de Atendimento: Segunda a Sexta-feira - Manhã 07:30 às 12:00 - Tarde 13:30 às 17:00
Av. Coronel Otávio Tosta, nº 126 - Centro - GUAIRA - Paraná
(44) 3642-9900
imprensa@guaira.pr.gov.br
Data da Última Atualização: 11/08/2020 16:18:47